quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Devocionais para o período de 9 a 15 de dezembro de 2018






Domingo, 09 de dezembro de 2018 - Prazer na lei do Senhor - Salmos 1:1,2 (PDF)
Já diz o ditado, “me diga com quem andas que te direi quem és”. Feliz é o homem que conhece a palavra do Senhor e a segue, que não se envolve com o pecado e mantem seu espírito limpo e coração puro, confiando nas promessas do Senhor. Às vezes é difícil dizer não para as coisas mundanas, mas devemos ser fortes e resistir ao pecado. Uma pessoa de fé sabe que mesmo quando errar, pode confiar no pedido de perdão que faz a Deus. “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Salmos 1:1-2.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 - Seguir em frente - Filipenses 3:16 (PDF)
Conhecer a Cristo é o objetivo que Deus estabeleceu para nós. Não devemos nos prender a nada enquanto procuramos alcançar isso. Esse firme propósito de intimidade com Deus por meio de um conhecimento crescente de nosso Senhor Jesus Cristo é o verdadeiro marco da maturidade espiritual. Quando Paulo diz, em Filipenses 3:14: “Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus”, esse era o objetivo espiritual de Paulo. Em vez disso Paulo, somente pediu a Deus para perdoa-lo e, então, esqueceu-se dessas coisas porque elas estavam agora cobertas pelo sangue de Jesus. Ele manteve seus olhos no prêmio e correu em busca dele. “Tão somente vivamos de acordo com o que já alcançamos” Filipenses 3:16.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Terça-feira, 11 de dezembro de 2018 - Isaías 19:19,20 - Nosso salvador e defensor (PDF)
Quando entregamos nossa vida a Ele, dedicamo-nos como um altar; quando damos testemunho em nossos atos e falas atestamos, com tudo o que temos, que cremos nele. Não precisamos construir prédios e templos hoje pois nosso corpo é o templo do Espírito Santo e ele habita em nós e está presente em cada ato e momento. Podemos clamar a Ele que Ele nos socorrerá, temos livre acesso ao Pai para pedirmos para que sua mão nos guie, nos liberte e também nos proteja com seu poderoso sangue, nos livrando dos maus e perigos. Mas para clamarmos, precisamos estar em contato com Ele, e ter intimidade e profundidade neste relacionamento tão especial.
“Naquele dia haverá um altar dedicado ao Senhor no centro do Egito, e em sua fronteira, um monumento ao senhor. Serão um sinal e um testemunho para o Senhor dos exércitos na terra do Egito. Quando clamarem ao Senhor por causa dos seus opressores Ele lhes enviará um salvador e defensor que os libertará” Isaías 19:19 e 20.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 - Que tipo de pessoa você é? - Jó 1:20-22 (PDF)
Já parou para pensar quantas vezes você ora a Deus para pedir as coisas? Ou como só se lembra dEle durante as dificuldades? Quantas vezes você simplesmente orou a Deus para agradece-lo ou simplesmente adora-lo?
É vergonhoso pensar como somos egoístas! Existem na bíblia vários textos sobre simplesmente adorar a Deus, sobre agradece-lo, mesmo diante das dificuldades. Um exemplo é Isaías 25:1 que diz: “Ó SENHOR, tu és o meu Deus. Eu te adorarei e louvarei o teu nome, pois tens feito coisas maravilhosas; tens cumprido fielmente os planos seguros que há muito tempo decidiste fazer”. Neste versículo Deus é fiel e cumpre os planos, mas, e quando não sai do jeito que esperávamos?
Um bom exemplo é a História de Jó. Mesmo com tantas dificuldades, ele não murmurou e ainda sim adorou a Deus: “Então Jó se levantou e, em sinal de tristeza, rasgou as suas roupas e rapou a cabeça. Depois ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e adorou a Deus. Aí disse assim: - Nasci nu, sem nada, e sem nada vou morrer. O SENHOR deu, o SENHOR tirou; louvado seja o seu nome! Assim, apesar de tudo o que havia acontecido, Jó não pecou, nem pôs a culpa em Deus” Jó 1:20-22. Pare um pouco para refletir e analise que tipo de pessoa você tem sido.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Quinta-feira,13 de dezembro de 2018 - Isaías 26:3 - Prosperidade do Senhor! (PDF)
Quando o nosso relacionamento com Deus está bom, todas as áreas de nossas vidas caminham para o bem, temos vitória e somos abençoados por isso. Essa é a consequência da prosperidade que o Senhor nos dá, de fato é a melhor que podemos esperar! Ao mesmo tempo que as coisas podem ou não dar certo, isso vai depender de como é o nosso relacionamento com Deus. Certamente, quando andamos lado a lado de Deus, temos a certeza que boas consequências virão.  Ele quer que nós tenhamos boas consequências! Em Isaías está escrito: "Tu, ó Senhor, dás paz e prosperidade às pessoas que têm uma fé firme, às pessoas que confiam em ti." Isaías 26:3.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 - Isaías 26:7-21 - Esconder-se de Deus? (PDF)
O profeta Isaías fala sobre coisas que vão acontecer aos que seguem e aos que não seguem os ensinamentos de Deus. Pode parecer que somos obrigados a seguir as regras... Mas nós temos o livre arbítrio. Podemos fazer escolhas. O que não podemos fazer é escapar das consequências das escolhas que fazemos. Algumas pessoas questionam o motivo de Deus permitir que os erros aconteçam. Talvez ele queira que tenhamos o mérito do esforço e da fé. Em um certo trecho do texto, Isaías recomenda que as pessoas se escondam, entrando em seus quartos e trancando as portas. Mas Isaías sabia que Deus é onipresente. Onde podemos nos esconder dele? Talvez a ideia seja criar um momento de introspecção, de recolhimento, para que pensemos em tudo o que temos feito e possamos mudar algumas coisas. Devemos prestar atenção às palavras de Isaías: "A vereda do justo é plana; tu, que és reto, torna suave o caminho do justo. Também no caminho das tuas ordenanças esperamos em ti, Senhor. O teu nome e a tua lembrança são o desejo do nosso coração." Isaías 26:7,8.
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
Sábado, 15 de dezembro de 2018 - Isaías 28:14-22 - Lei do retorno (PDF)
"E aí só haverá terror na interpretação de oráculos. Porque o leito será muito curto para que alguém se deite nele, e o cobertor muito estreito para que alguém se cubra com ele." Isaías 28:19,20.
Todos nós vamos colher aquilo que plantarmos e, no momento em que Jesus voltar, não haverá piedade para aquele que não se arrepender de coração e não se reparar.
Existem em todos nós o bem e o mal, mas cabe a cada um escolher a luz ou a escuridão. Se escolher o bem, tudo será mais calmo e mais leve em sua vida, receberá amor, paz e sua jornada irá valer a pena.
Se escolher a escuridão e cometer sempre os mesmos erros, sem pensar nas consequências e nas outras pessoas, em algum momento irá colher o fruto que plantou; passará por momentos ruins como forma de pagar aquilo que fez e aprender para se tornar alguém melhor.
Uma vida com Jesus Cristo não nos priva de momentos difíceis, mas nos dá a certeza de que nunca estaremos sozinhos e que teremos nosso Deus pai a todo momento nos ajudando e contribuindo para a paz em nossos corações.